Esta semana o ÉCU decidiu voltar aos clássicos e dar destaque a uma das melhores atrizes de todos os tempos, a bela Ingrid Bergman.

A Ingrid Bergman nasceu no dia 29 de Agosto de 1915 em Estocolmo numa famíla Sueca-Alemã. Ela teve uma infância difícil, a mãe morreu quando ela tinha três anos e o pai faleceu quando ela tinha treze. O pai dela sempre quis que ela se tornasse numa estrela da ópera, mas mais tarde ela comentou que sempre teve o sonho de se tornar uma atriz.

Em 1932, a Ingrid teve de aproveitar a sua única oportunidade para se tornar numa atriz: a competição do Royal Dramatic Theatre em Estocolmo onde ela conseguiu receber uma bolsa devido ao seu incrível desempenho.

ibergmi001p1

No princípio da sua carreira ela apareceu maioritariamente em produções suecas, mas só obteve fama internacional com o remake Americano do filme sueco  “Intermezzo“ em 1939, tornando-a conhecida em Hollywood. Com a sua aparição nesse filme, Ingrid Bergman foi celebrada como o ideal feminino americano, combinando inteligência e uma beleza incrível. Depois de representar no filme “Dr. Jekyll and Mr. Hyde“ em 1941, ela foi descoberta pelo Dacid O.Selznick que lhe deu um contrato de 7 anos para que ela representasse.

Ingrid Bergman tem, a seguir à Katharine Hepburn, o segundo lugar de mais Óscares ganhos (ao lado da Meryl Streep, Jack Nicholson, Daniel Day-Lewis e Walter Brennan). Ela recebeu três prémios da Academia pelos seus papéis em “Gaslight” (1945), “Anastasia” (1956) e “Murder on the Orient Express” (1975). Outra das suas inesquecíveis performances deu-se em filmes como “Casablanca” (1942), “World War II” e o thriller de Alfred Hitchcock  “Notorious” (1946) representando ao lado do Cary Grant.

Infelizmente a sua vida pessoal não correu tão bem como a sua carreira de actriz. O seu primeiro casamento com o dentista sueco, Petter Aron Lindström, acabou com um escândalo. Em 1950, depois de uma década de sucesso em filmes Americanos, ela representou numa produção italiana “Stromboli” o que levou a um caso com o realizador Roberto Rossellini. Casar com Rossellini fez com que ela permanecesse na Europa até 1956, ano em que ela conseguiu conquistar novamente os seus fãs americanos com a sua performance em “Anastasia”. Casados por apenas 5 anos, o casal divorciou-se em 1957. Mais tarde a Ingrid casou com Lars Schmidt, um empresário de uma companhia de transporte, que também acabou em divórcio em 1975.

Com a ajuda de Alan Burgess, Ingrid Bergman conseguiu publicar a sua biografia em 1980 chamada: “Ingrid Bergman: My story“. O livro foi muito instado pelos filhos da Ingrid para se livrarem dos rumores da vida dela! A Ingrid Bergman morreu de cancro da mama no seu sexagésimo sétimo aniversário em Londres.Ingrid-Bergman2

A Ingrid Bergman foi sem dúvida uma grande estrela do mundo do entrenimento e será sempre lembrada como uma das grandes actrizes de todos os tempos! O ÉCU vê-a como uma das fundadoras do grande cinema e esperámos que outras atrizes e atores como ela possam mudar a indústria cinematográfica ao mesmo nível que ela.

Anna-Louisa Werner

 

Close
Go top UA-100342494-1